Notícias

O vereador Jailton Santana (PSC), afirmou na sessão desta segunda-feira, 13, que irá apresentar uma proposta na Câmara Municipal de Aracaju, solicitando às empresas de ônibus, a redução no valor das passagens para os domingos e feriados.

Segundo ele, os usuários do transporte coletivo, deveriam pagar aos domingos e feriados, R$ 1 ao invés de R$ 1,95.  “Vamos apresentar uma proposta colhendo assinaturas para proporcionar a população essa redução no preço das passagens dos ônibus que circulam na capital sergipana, como já acontece em Fortaleza, no Ceará”, afirma.

Gratuidade

Jailton Santana lamentou que até agora, sua proposta aprovada na Câmara, sugerindo à Prefeitura de Aracaju, um dia de gratuidade aos usuários, por conta da greve dos rodoviários, não tenha sido colocada em prática.  “Eu conversei com o superintendente da SMTT, Antônio Samarone e ele me garantiu que o prefeito Edvaldo Nogueira iria assinar.  Só que a informação é de que houve um recuo por parte da prefeitura, porque o Setransp, entende ser uma atitude demagógica desse vereador”, ressalta.

Jailton disse não entender porque a população é que tem que pagar pela greve de três dias dos cobradores e motoristas de ônibus. “Muita gente foi prejudicada, pagou as passagens e teve de descer no meio do caminho e os empresários ainda dizem não poder conceder a gratuidade porque as empresas estão em dificuldades. Essa gratuidade já foi dada em outro governo e até mesmo nesta administração há dois anos, quando os rodoviários cruzaram os braços”, relembra.

Criada Frente em Defesa do Transporte Público
O grupo conta com apoio de entidades estudantis, movimentos sociais, sindicatos e partidos políticos
09/02/2010 – 09:47

O reajuste de 7,6% no valor da tarifa do transporte público de Aracaju deixou indignada boa parte dos usuários do serviço na capital sergipana. E nesta terça-feira, 9, as queixas da população ganham forma através da Frente de Luta em Defesa do Transporte Público, lançada hoje no auditório do colégio Dom Luciano.

O movimento conta com a participação de integrantes dos grupos Mexa-se, de Nossa Senhora do Socorro, Movimento Organizado dos Trabalhadores Urbanos (Motu), partidos políticos, entidades estudantis e outras organizações. Quem falou um pouco sobre a Frente foi Raul Sena, do Movimento dos Sem Terra (MST).

“Queremos mostrar que a população aracajuana não aceita essa seqüência de aumentos anuais no preço da passagem sem justificativa, pois temos uma renovação de frota feita pela prefeitura, um serviço de péssima qualidade e uma tarifa cara se comparada a outras capitais”, diz. Aracaju tem a segunda passagem de transporte coletivo mais cara do Nordeste.

Movimento tardio?

Sena ainda põe em xeque as motivações do reajuste, pois as mesmas não são claramente divulgadas aos usuários. Questionado se o movimento não está sendo formado tardiamente, o rapaz diz que os movimentos já vinham se articulando desde o início de janeiro, mas a concretização do aumento na tarifa veio a acelerar o processo.

Na semana passada, uma mobilização no Centro marcou o início dos protestos. Já nesta quarta-feira, 10, a Frente estará em três terminais de integração da capital (DIA, Centro e Zona Sul) para colher assinaturas pedindo melhoria do serviço e divulgação das planilhas de custo. Na quinta, 11, haverá uma passeata saindo do calçadão da avenida João Pessoa em destino ao terminal da Rodoviária Velha.

Por Glauco Vinícius

Anúncios

There are no comments on this page.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: